O Tribunal de Justiça (TJ) aceitou, nesta quarta-feira(29), pedido da defesa e determinou que o júri do ex-PM Alexandre Camargo Abe, 38 anos, acusado de matar o boxeador Tairone da Silva, 17 anos, em março de 2011, seja realizado em Porto Alegre. 

Os advogados solicitaram o desaforamento do júri — ou seja, julgamento em outra comarca — alegando falta de segurança no fórum de Osório. Uma sessão chegou a ser iniciada em abril, mas foi suspensa após os advogados Ezequiel Vetoretti e Rodrigo Grecellé afirmarem que foram ameaçados e intimidados dentro do fórum e que não estariam em condições de garantir “a plenitude da defesa do acusado”. 

A juíza Anna Alice da Rosa Schuh, que presidia a sessão, discordou da alegação, mas como a defesa manteve a posição de abandonar o pleito, ela dissolveu o conselho de sentença. Além de determinar pagamento de multa pelos advogados, ainda decretou a prisão preventiva de Abe. 

O réu foi preso dentro do fórum, mas acabou sendo beneficiado com um habeas corpus neste mês e vai aguardar o julgamento em liberdade. Com a decisão de transferir o local do júri, a nova sessão prevista para o dia 6 de junho também deve ser alterada. 


There is no ads to display, Please add some