A região de Capão da Canoa (R04 e R05), a qual abrange os 23 municípios do Litoral Norte permanece em bandeira vermelha pela sexta semana consecutiva. Segundo o mapa da 33a semana do Distanciamento Controlado, além do Litoral, outras 19 regiões do Estado estão com risco alto para a proliferação do novo coronavírus. Apenas uma região está em bandeira laranja (risco médio para a proliferação da Covid-19): Guaíba (R09). O Estado não possui nenhuma região em bandeira amarela (risco baixo) ou preta (risco altíssimo).

Segundo o governo do Estado, embora tenha havido redução de 4% (de 1.375 para 1.316) no número de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19, pacientes em leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) aumentaram 2% (de 915 para 935). Além disso, houve abertura de cerca de 60 leitos de UTI no Estado. A elevação nos óbitos chegou a 20% (de 409 para 490) entre as últimas duas quintas-feiras, o que representa o maior patamar desde o início do modelo.

Alteração no indicador de Ativos/Recuperados

Nesta rodada, o Indicador “Ativos/Recuperados” necessitou de ajuste, uma vez que o tempo médio entre a confirmação do caso positivo e a inclusão no sistema está levando mais de oito dias. Muitos casos estavam sendo inseridos com elevado atraso que não estavam sendo contabilizados como ativos, entrando no sistema já como recuperados. Para corrigir essa distorção, o indicador passa a ser calculado com uma semana de defasagem. Assim, casos que ingressam tardiamente ao longo da última semana são agregados como ativos tendo a semana anterior como data de referência.

LITORAL NORTE

Dos seus quatro indicadores regionais, Capão da Canoa alcançou classificação de risco máximo (bandeira preta) em dois deles. É o caso do número de hospitalizações por Covid-19 para cada 100 mil habitantes e da projeção de óbitos. Os indicadores do número de hospitalizações por Covid-19 nos últimos sete dias e do estágio de evolução da doença obtiveram bandeiras amarela e laranja, respectivamente.

Houve aumento nos registros de hospitalizações para Covid-19 nos últimos 7 dias, que passaram de 59 para 61 registros nesta semana, crescimento de 3%. Com o registro de 35 óbitos nos últimos sete dias, houve crescimento de 40% em relação aos registrados na semana anterior (25 óbitos). No caso do indicador de Ativos sobre Recuperados, a região registrou 1.635 ativos e 3.655 recuperados. Destaca-se que a quantidade de novas hospitalizações em proporção da população é bastante elevada, refletindo na bandeira preta para o indicador de incidência na região.

Vale ressaltar que apenas um dos 23 municípios da região não teve registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias: Tavares. Portanto, a cidade, mesmo estando em bandeira vermelha, vai poder adotar as medidas da bandeira laranja, por meio da regra 0-0. Já os demais municípios, incluindo Osório, seguem com as medidas da bandeira vermelha.As novas medidas começam a valer a partir dessa terça-feira (22) e seguem válidas até a próxima segunda (28).

PRINCIPAIS DADOS DA 33ª RODADA

• Número de novos registros semanais de hospitalizações confirmadas com Covid-19 aumentou 3% entre as duas últimas semanas (de 1.338 para 1.372);

• Número de internados em UTI por Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) aumentou 2% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (de 1.115 para 1.140);

• Número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS reduziu 4% entre as duas últimas quintas-feiras (de 1.375 para 1.316);

• Número de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 2% entre as duas últimas quintas-feiras (de 915 para 935);

• Número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS aumentou 13% entre as duas últimas quintas-feiras (de 407 para 460);

• Número de registros de óbito por Covid-19 aumentou 20% entre as duas últimas quintas-feiras (de 409 para 490).

LEGENDA MAPA

Bandeira Laranja: Região de Guaíba (09).

Bandeira Vermelha: Regiões de Santa Maria (01 e 02); Uruguaiana (03); Capão da Canoa (04 e 05); Taquara (06); Novo Hamburgo (07); Canoas (08); Porto Alegre (10); Santo Ângelo (11); Cruz Alta (12); Ijuí (13); Santa Rosa (14); Palmeira das Missões (15 e 20); Erechim (16); e Passo Fundo (17 a 19); Pelotas (21) e Bagé (22); Caxias do Sul (23 a 26); Cachoeira do Sul (27);Santa Cruz do Sul (28) e Lajeado (29 e 30).


There is no ads to display, Please add some