O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) confirmou na segunda-feira (2), mais três casos da variante Delta do Coronavírus no RS, sendo dois em Santana do Livramento (na Fronteira com o Uruguai) e um em Canoas (na região Metropolitana). Ao todo, já são oito casos dessa linhagem no Estado. Os demais casos foram confirmados nos municípios de Gramado (2), Livramento (2) e Nova Bassano (1). Além desses, nove casos seguem aguardando o resultado dos testes: três em Sapucaia do Sul, dois em Esteio e um nas cidades de Alvorada, Gramado, Passo Fundo e São José dos Ausentes.

Nessa terça-feira (3), o Cevs enviou a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 29 amostras de prováveis casos para confirmação. São 16 municípios gaúchos com casos suspeitos, incluindo Capão da Canoa que tem um caso suspeito. Os demais casos suspeitos são em: Alvorada (1), Canoas (4), Caxias do Sul (1), Esteio (2), Gramado (1), Guaíba (1), Montenegro (2), Novo Hamburgo (2), Passo Fundo (3), Porto Alegre (1), São Leopoldo (1), Sapucaia do Sul (6), Triunfo (1), Viamão (1) e Santana do Livramento (1).

A VARIANTE – A delta, primeiramente identificada na Índia, é uma das chamadas “variantes de preocupação” (VOC, variants of concern, na sigla em inglês), pois trazem alguma mudança no comportamento do vírus. A característica mais marcante da delta, já comprovada cientificamente, é a maior transmissibilidade. Quanto à gravidade, ainda não há evidências de que ela provoque uma doença mais ou menos agressiva em relação às outras linhagens.

FOTO: Divulgação


There is no ads to display, Please add some