A região de Capão da Canoa (R04 e R05), a qual abrange os 23 municípios do Litoral Norte, retornou a bandeira laranja, após três semanas na bandeira vermelha. Segundo o mapa da 17a semana do Distanciamento Controlado, além do Litoral, 16 regiões estão com risco médio de proliferação do novo coronavírus. As outras quatros estão em bandeira vermelha (risco alto de proliferação da Covid-19).

Segundo o governo do Estado, o Litoral Norte apresentou melhora em dois indicadores que abrangem dados específicos da região. Com a estabilidade na avaliação dos indicadores da Macrorregião Metropolitana, houve nova redução da média ponderada final, mantendo-a dentro dos parâmetros que determinam a bandeira final na cor laranja e permitindo sua efetividade em risco médio. Vale ressaltar que as novas medidas começam a valer a partir desta terça-feira (01/09) e seguem válidas até a próxima segunda (07/09).

ALTERAÇÕES METODOLÓGICAS

O Gabinete de Crise modificou, nesta segunda-feira, alguns pontos nas regras de arredondamento e da trava de segurança. As alterações já foram consideradas na definição das bandeiras finais da 17ª rodada do Distanciamento Controlado.

Arredondamento  – Foi alterada a forma como a classificação final das regiões são definidas com base na média final e no arredondamento:

– O valor de 0,50, que representa a mesma distância entre as bandeiras amarela e laranja, passa a designar bandeira final amarela; (pelo modelo anterior, 0,50 representava classificação laranja.)

– O valor de 1,50, que representa a mesma distância entre as bandeiras laranja e vermelha, passa a designar bandeira final laranja; (pelo modelo anterior, 1,50 representava classificação vermelha.)

– O valor de 2,50, que representa a mesma distância entre as bandeiras vermelha e preta, passa a designar bandeira final vermelha; (pelo modelo anterior, 2,50 representava classificação preta.)

Trava de segurança

– Elimina-se a trava para efetiva saída das regiões com avaliação de risco alta. Ou seja, para sair da bandeira vermelha ou preta, não serão mais necessárias duas semanas consecutivas em bandeira de menor avaliação de risco.

AJUSTES EM PROTOCOLOS

O Gabinete de Crise também definiu alguns ajustes nos protocolos recomendados para as quatro bandeiras. A seguir veja as principais mudanças para a bandeira laranja.

Drive-in (espetáculos tipo cinema e shows): Podem funcionar com 75% das vagas, com distanciamento adequado. O público deve permanecer dentro dos automóveis; a circulação de pessoas só está autorizada para ira aos sanitários, com uso de máscara e fila com distanciamento demarcado.

Serviços de educação física (academias, centro de treinamento, estúdios e similares): 50% de trabalhadores e modo de operação presencial restrito, com distanciamento, sem contato físico, material individual (mínimo de 10 metros quadrados por pessoa).

Serviços de educação física em piscina (aberta ou fechada): 50% de trabalhadores e atendimento presencial restrito, com distanciamento, sem contato físico, material individual (uma pessoa por raia para natação e mínimo de 10m² por pessoa para demais).

Clubes sociais, esportivos e similares: 50% trabalhadores e atendimento presencial restrito, com distanciamento, sem contato físico, material individual (min. 10m² por pessoa); fica permitida a prática de esportes coletivos com contato exclusivo para atletas profissionais.

Convenções partidárias: foram definidas regras para os partidos que desejarem realizar convenções partidárias de forma presencial visando as eleições municipais de 2020, como uso obrigatório de máscara, etiqueta respiratória, higienização dos ambientes, ocupação dos assentos ou mesas deverá ser intercalada e com distanciamento social entre pessoas no local, independentemente se em local aberto ou fechado; entre outras.

PRINCIPAIS DADOS DA 17ª RODADA

• Número de novos registros de hospitalizações Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de confirmados Covid-19 reduziu 16% entre as duas últimas semanas (1.259 para 1.061);

• Número de internados em UTI por SRAG aumentou 2% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (925 para 944);

• Número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS reduziu 8% entre as duas últimas quintas-feiras (920 para 850);

• Número de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 1% entre as duas últimas quintas-feiras (706 para 714);

• Número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS aumentou 3% entre as duas últimas quintas-feiras (de 582 para 597);

• Número de casos ativos aumentou 8% entre as duas últimas semanas (de 6.837 para 7.382);

• Número de óbitos por Covid-19 reduziu 10% entre as duas últimas quintas-feiras (de 365 para 327).

LEGENDA MAPA

Bandeira Laranja: Regiões de Santa Maria (01 e 02); Uruguaiana (03); Capão da Canoa (04 e 05); Taquara (06); Novo Hamburgo (07); Canoas (08); Porto Alegre (10); Guaíba (09); Palmeira das Missões (15 e 20); Erechim (16); Passo Fundo (17 a 19); Pelotas (21); Bagé (22); Caxias do Sul (23 a 26); Cachoeira do Sul (27); Santa Cruz do Sul (28) e Lajeado (29 e 30).

Bandeira Vermelha: Regiões de Santo Ângelo (11); Cruz Alta (12); Ijuí (13); e Santa Rosa (14).