20160909102153cativeiroMãe e filha foram presas em uma operação da Polícia Civil, deflagrada na quinta-feira (8) na Praia de Magistério, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Segundo a investigação, as duas mulheres, de 41 e 25 anos de idade, são suspeitas de sequestro e extorsão, episódio ocorrido em agosto de 2016, na cidade deTriunfo.

A apuração é da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). O sequestro foi praticado por três indivíduos armados e encapuzados, nio dia 2 de agosto. Eles abordaram uma jovem de 18 anos em seu carro e a levaram para um cativeiro.

O trio passou a exigir uma quantia em dinheiro de familiares para libertar a vítima. Segundo a Polícia Civil, as duas mulheres eram responsáveis por acompanhar a movimentação da família quando os outros integrantes da quadrilha exigiam o valor do resgate.

Dois dias após o crime, dois homens foram presos em Canoas. Eles estavam com o carro e o telefone celular da vítima. Depois, a polícia encontrou a localização do cativeiro, em Montenegro, onde a jovem estava em cárcere privado.

Ao chegar no local, os policiais conseguiram resgatá-la em um dos cômodos do imóvel. Outras duas pessoas,  de 21 e 25 anos, foram presas no local.

Detento comandava esquema
Durante a investigação, a polícia descobriu que um detento do Presídio Central de Porto Alegre era o mentor do esquema. O homem, de 31 anos, comandava a prática de extorsão mediante sequestro, inclusive realizando contatos com familiares da vítima, com o objetivo de conseguir dinheiro para libertá-la. Outro indivíduo, que também era responsável por monitorar a vítima e seus familiares, segue foragido.