Mulher de 26 anos foi presa em Porto Alegre após internação da filha em coma (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Uma mulher de 26 anos foi presa na terça-feira (25) suspeita de tortura, maus-tratos e tentativa tentativa de homicídio da filha de 3 anos. A criança está internada no Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre em estado gravíssimo. A mãe já tinha indiciada por agredir as outras três filhas, além de condenação por tráfico de drogas.

De acordo com a delegada Laura Rodrigues, há dois dias a criança foi levada incosciente para um hospital de São Francisco de Paula, na Serra gaúcha, mas precisou de atendimento especializado e foi transferida para Porto Alegre.

“Os médicos disseram que os hematomas e ferimentos indicam que as agressões ocorriam há vários dias. O que causou a hospitalização foi um ferimento na cabeça, algum golpe forte, que fez com que ela entrasse em coma”, conta a delegada, dizendo que o pedido de prisão partiu da delegacia de São Francisco de Paula, onde o caso já era acompanhado pelas autoridades policiais.

No momento da prisão, a mãe da criança negou as agressões, e disse que as outras filhas de 6 e 8 anos de idade teriam sido as responsáveis pelos ferimentos nas irmãs.

A Polícia Civil seguirá, no entanto, com o inquérito em São Francisco de Paula, para apurar as circunstâncias das agressões. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a criança em Porto Alegre após a prisão da mãe até a chegada de familiares.