2006653277 (1)Equipes do Programa Segurança Alimentar iniciaram nesta terça-feira, 16, mais uma etapa de fiscalizações em estabelecimentos no Litoral Norte, com mais de duas toneladas de alimentos impróprios para o consumo apreendidas. Cerca de 500 quilos de alimentos sem procedência foram inutilizados no restaurante Meu Pontinho, em Capão da Canoa.

Carnes e pescados, entre outros produtos inadequados, foram descartados pelos agentes da Vigilância Sanitária. Ainda foi encontrado no estabelecimento um depósito clandestino de alimentos. Aproximadamente de 150 quilos de carnes recolhidos neste estabelecimento passaram por inspeção veterinária e foram encaminhadas para um canil de Capão da Canoa, que posteriormente repassará a uma entidade protetora dos animais de Morro Alto.

Já no restaurante Tex Grill, em Capão da Canoa, cerca de 120 quilos de alimentos vencidos foram inutilizados. Na sequência, os agentes do Programa Segurança Alimentar vistoriaram outros estabelecimentos em Capão Novo, no Super da Praia cerca de 1,3 tonelada de alimentos mal acondicionados foi recolhida. No Mercado Lessa outros 300 quilos de carne sem procedência também foram encontrados.

Participaram da ação o Promotor de Justiça de Defesa do Consumidor da Capital Alcindo Bastos; o Coordenador do Centro de Apoio Operacional Cível e de Defesa do Patrimônio Público, José Seabra Mendes Júnior; e os Promotores de Justiça Anelise Stifelman e Felipe Teixeira Neto; além de integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Segurança Alimentar.