20711040Artur Bobsin Ferreira, nove anos, morreu afogado na tarde desta segunda-feira na Lagoa do Armazém, em Imbé, Litoral Norte. Ele estava com um colega de escola que sobreviveu, cujos nome e idade não foram confirmados. Por volta das 15h de segunda, os dois haviam entrado em um barco de fibra, se desequilibrado e caído na água. O menino que sobreviveu disse a vizinhos do bairro Courhasa que tentavam caçar Pokémons, versão que foi apresentada pela Brigada Militar à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) de Tramandaí. As informações são do Diário Gaúcho.

Às 19 horas, os bombeiros e cinco mergulhadores do Grupo de Busca e Salvamento (GBS) de Porto Alegre haviam encerrado as buscas, para continuá-la na manhã de terça. Às 20h, mergulhadores profissionais, que procuravam o menino voluntariamente, encontraram o corpo e avisaram os bombeiros.

Resgate

Ao todo, oito mergulhadores profissionais trabalharam na busca por Artur. Eles são funcionários da empresa Star Norte, que presta serviços para a Transpetro.

O menino foi encontrado pelos irmãos Tiago Silveira Ferreira, 28 anos, e Éverton Silveira Ferreira, 34. Conforme Tiago, Artur estava a aproximadamente 7m de distância da beira e a 8m de profundidade.

“Já fazia horas que ele estava embaixo d’água, não tinha chance de reanimá-lo”, explica Tiago.

O chefe de plantão da DPPA, Josemar Bandeira, informou que o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Osório. A partir desta terça-feira, o caso será investigado pela Delegacia de Polícia de Imbé.

Pokémon Go

O Pokémon Go é um jogo de realidade aumentada feito para smartphones. Por meio dele, os jogadores apontam a câmera do telefone para diversos locais e, na tela, aparecem os “monstrinhos”.

O objetivo é caçar o maior número de bichos, que ficam espalhados por diversos locais de cidades.