alunosO Ministério da Educação decidiu acabar com o programa Ciências sem Fronteiras. A informação está no jornal O Globo deste domingo(2), citando o ministro Mendonça Filho. O programa foi implantado no governo Dilma e financiava os gastos para alunos de graduação e pós graduação estudarem no Exterior. Na avaliação do ministro, os recursos para manter 30 mil estudantes fora do país seriam suficientes para bancar a merenda escolar de 40 milhões de alunos da educação básica. O MEC avalia ainda que o Ciências sem Fronteiras não trouxe retorno necessário para o País devido a pouca habilidade dos brasileiros com o idioma inglês, além de conter informações pouco claras sobre o perfil do estudante que poderia participar do programa. As bolsas de pós-graduação permanecem como eram antes.

GAÚCHA