Município busca a recuperação do barco histórico Bento Gonçalves

Atualmente a embarcação está operando no porto da capital.

OSÓRIO – A prefeitura está tratando com a Porto RS a retomada do histórico barco Bento Gonçalves. Quem não lembra da tragédia que ocorreu no ano de 1947, quando a embarcação acabou naufragando na Lagoa da Pinguela. Na ocasião, 18 das 20 pessoas que estavam a bordo acabaram falecendo, incluindo Osvaldo Bastos, deputado constituinte de 1946, e Cândido Osório da Rosa, prefeito da cidade entre 1937 e 1942 e candidato a prefeito na época.

Atualmente, o barco está operando como rebocador no porto da capital. Nos últimos dias, o prefeito Roger Caputi esteve reunido com o presidente da Portos RS, Cristiano Klinger, e com diretores da empresa para as tratativas da restauração do Bento Gonçalves. Também participaram do encontro o empresário Vainer Armiche e a assessora do deputado estadual Gabriel Souza (MDB), Jussara Cenci.

Após a reunião, Roger falou sobre o encontro: “Estivemos discutindo com a Portos RS a viabilidade de trazermos de volta para Osório o barco Bento Gonçalves, que faz parte da história do município. Foi uma reunião proveitosa, onde se vislumbrou a possibilidade concreta do retorno para cidade. Um fato importante e que com certeza resgatará a nossa história. Tivemos boas informações sobre o trâmite burocrático para que isso ocorra e nos próximos dias devemos ter boas notícias na efetivação da vinda do Bento Gonçalves para Osório”, afirmou o prefeito Caputi.

Prefeito Roger Caputi (direita) esteve reunido com presidente da Portos RS Cristiano Klinger.

Fotos: PMO


There is no ads to display, Please add some