ENEM
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 segue sem data definida. Com as aulas suspensas em todo o país, houve pressão para que a prova não ocorresse em novembro deste ano.O MEC abriu uma enquete para que os candidatos escolhessem, eles mesmos, uma nova data para as provas. Entre as opções, duas são para 2021. O período de votação abre na sexta (20) e segue até 30 de junho.

Os inscritos deverão acessar a Página do Participante (www.enem.inep.gov.br), com CPF e senha utilizados no cadastro do portal único do governo federal, o gov.br, e indicar um dos períodos disponíveis.

ELEIÇÕES MUNICIPAIS
O adiamento das eleições municipais é dado cada vez mais como uma possibilidade real, devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. Senado, Câmara dos Deputados e Supremo Tribunal Federal (STF) trabalham com uma mesma data: os dois turnos devem ocorrer entre os dias 15 de novembro e 20 de dezembro. Para que ocorra a mudança na data das eleições é necessário que a proposta seja votada e aprovada tanto na Câmara quanto no Senado.Vale ressaltar que até o momento as eleições municipais estão marcadas para os dias 04 (1o turno) e 25 (2o turno) de outubro de 2020.

SISU
O Ministério de Educação (MEC) informou, nessa terça-feira (16), por meio de nota, o novo prazo para o processo seletivo para o Sistema de Seleção Unificada (SISU). O prazo para inscrição é de 07 a 10 de julho. Inicialmente, o governo havia divulgado que as inscrições iniciaram nesta segunda-feira (16) e seguiriam até o dia 19 deste mês. Porém, nem sequer o Edital foi publicado. Com a nova data estipulada, o Edital para a seleção do SISU 2020/2 deve ser divulgado no Diário Oficial da União (DOU) até o final da semana.

O Sisu é o sistema do MEC que reúne milhares de vagas de graduação em universidades públicas brasileiras. A seleção é feita online, por meio da nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de anos anteriores – para isso, é preciso não ter tirado nota zero na prova de redação.

PROUNI E FIES
Além do Sisu, o MEC também mudou as datas de inscrição do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Programa de financiamento Estudantil (Fies). Os programas permitem o acesso a instituições de ensino públicas e privadas em todo o país. Segundo o secretário de Ensino Superior do MEC, Wagner Vilas Boas Souza, a alteração foi feita para atender um pedido das instituições de ensino.

O Prouni oferece bolsas de estudo parciais (que cobrem 50% da mensalidade) e integrais em universidades privadas em cursos de graduação e de cursos sequenciais de formação específica. O programa tem dois critérios de avaliação: desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a avaliação da renda familiar. A divulgação das vagas ocorre no dia 07 de julho. As inscrições vão de 14 a 17 do mesmo mês.

O Fies é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas e, atualmente, possui duas categorias: a primeira oferece vagas com juros zero para os estudantes com renda mensal familiar de até três salários mínimos. Já a segunda, chamada P-Fies, é direcionada para os estudantes com renda mensal familiar de até cinco salários mínimos. O período de inscrição ocorre entre os dias 21 e 24 de julho.