PARQUE DE RODEIOS – O Parque de Rodeios Jorge Dariva, em Osório, recebeu entre quinta (27/05) e domingo (30/05), uma competição de laço, com a presença de competidores de diversos estados brasileiros. Entretanto, o evento precisou ser interrompido na sexta-feira (29), após uma notificação realizada pelo Ministério Público (MP), a prefeitura municipal. Após receber a resposta do governo local, a juíza Conceição Aparecida Canho Sampaio, publicou outra notificação, no sábado (29/05), dando o aval para a realização da competição.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento, Turismo, Cultura e Juventude, Lucas Azevedo, o evento de tiro de laço era de cunho privado, não sendo aberto ao público. De acordo com Lucas, o evento seguiu todos os protocolos de higiene e prevenção contra a Covid-19, recebendo todas as autorizações legais viáveis para ocorrer. Vale ressaltar que os eventos esportivos estão autorizados a serem realizados na cidade, desde que cumpram todos os protocolos de segurança e que não haja a presença de público.

HOMENAGEM A ENFERMEIRA – No dia que completou um ano da morte da técnica em enfermagem Larissa Espíndola, familiares e amigos realizaram no domingo (30/05), um caminhada em homenagem a jovem morta atropelada às margens da ERS-030, em Osório. Carregando balões brancos e muito emocionados, os participantes saíram da altura do quilômetro 85 da rodovia até a casa de Larissa. Vale ressaltar que, devido a pandemia e ao grande movimento de carros no trecho, a realização do ato não foi divulgada.

Na época, a jovem, realizava uma caminhada no acostamento da rodovia, juntamente com o noivo, o soldado da Brigada Militar José Francisco Júnior, para pagar uma promessa, após Larissa ter se curado de um câncer. Após ser atingida pelo veículo, a enfermeira acabou morrendo no local.  O autor do crime, que acabou fugindo sem prestar socorro, foi localizado pela polícia e preso um dia após o ocorrido (31/05/2020).

Foto: Divulgação