O corpo da nutricionista Anna Maria Christina Ungaretti, de 51 anos, foi encontrado, nesta segunda-feira, enterrado no pátio no fundo da casa onde ela morava, no centro de Torres. Operários que trabalhavam na região suspeitaram da terra revirada e localizaram o cadáver e chamaram a Brigada Militar. A identidade da vítima foi confirmada pela Polícia Civil à noite, depois da realização da perícia na residência.

A vítima tinha um corte profundo na altura do pescoço, foi amordaçada e teve as mãos amarradas com panos. O corpo estava enrolado em um tapete. No quarto, os peritos encontraram marcas de sangue, o que indica que Anna Maria foi morta ainda dentro da casa da rua Tiradentes, onde vivia sozinha.

Os investigadores ainda não sabem precisar quando a nutricionista foi morta, mas receberam informações de que ela teria sido vista pela última vez na manhã de quinta-feira. Não há confirmação se algo foi roubado da casa. O titular da Delegacia de Torres, Celso Jaeger, disse que todas as hipóteses são apuradas. Segundo o delegado, os indícios são de que o crime possa ter sido cometido por alguém que conhecia a vítima e tinha acesso ao local. “É possível que ela tenha sido morta enquanto dormia”, suspeita Jaeger.

 

 

Litoral na Rede:  www.litoralnarede.com.br