A Brigada Militar (BM) realizou na noite da última sexta-feira (22) mais uma etapa da Operação Prevenção e Tranquilidade. O objetivo das ações é coibir violações às medidas sanitárias preventivas de transmissão do Coronavírus e a perturbação do sossego público, provocada por volume excessivo de equipamentos de som em veículos. Os principais locais de atuação foram a rampa de voo livre no Morro da Borússia, e o Parque de Rodeios e Eventos Jorge Dariva.

Os agentes do 8o Batalhão de Polícia Militar (BPM) também realizaram ações de fiscalização em bares da cidade, em auxílio a prefeitura municipal. Segundo o secretário de Segurança Pública e Trânsito, o coronel Ricardo Fraga Cardoso, ações como essa são para “conscientizar” as pessoas, visto que para o secretário “todos tem a sua responsabilidade neste momento de vulnerabilidade” que estamos vivendo devido a pandemia causada pelo novo coronavírus.

Ao todo foram abordadas 120 pessoas, sendo 22 autuadas pelos crimes de infração de medida sanitária preventiva, descumprindo o Decreto Municipal de Isolamento Social (17); perturbação da tranquilidade (2); exploração de jogos de azar (2); e posse de drogas (1). Oito veículos foram fiscalizados, dos quais seis foram apreendidos. Também foram apreendidas sete máquinas caça-níqueis, além de uma porção de maconha. Todos os indivíduos autuados assinaram termos circunstanciais, os quais vão ser encaminhados ao Poder Judiciário.

VALE RESSALTAR

Essa foi a segunda etapa da Operação Prevenção e Tranquilidade realizada no município. Na ação realiza entre os dias 16 e 17 desse mês, foram abordadas 98 pessoas, das quais quatro foram autuadas pelos crimes de perturbação da tranquilidade, aglomeração, direção perigosa, direção sem habilitação e/ou com CNH vencida. Também foram fiscalizados 38 veículos, sendo 11 apreendidos.

A Brigada Militar segue fiscalizando pontos estratégicos de aglomeração na cidade e não descarta a realização de novas ações como essa.

Foto: BM