Os agentes do 2o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPAT) da Brigada Militar (BM) desencadearam uma Operação na manhã desta quarta-feira (6) no Litoral Norte. A ação que contou com o auxílio dos agentes de inteligência e guarnições do policiamento ostensivo, teve no total 40 Policiais Militares (PMs) e 13 viaturas. A Operação Avante Força Tática teve como objetivo cumprir mandatos de prisão, prender foragidos da Justiça, além de combater crimes de roubos e furtos nos municípios de Imbé e Tramandaí.

Ao todo foram presos três homens e uma mulher (todos com antecedentes criminais). Foram apreendidos: um revólver calibre 38 milímetros, uma faca, diversas porções de drogas como maconha e cocaína, três aparelhos celulares, uma balança de precisão, uma quantia em dinheiro no valor de aproximadamente mil reais, além de outros objetos utilizados para preparo e venda de drogas.

IMBÉ

Um homem foi preso em uma residência localizada no bairro Albatroz. Segundo a BM,  o indivíduo estava foragido da Justiça desde 2018, tendo um mandado de prisão preventiva em aberto expedido pela 1a Vara Criminal de São Leopoldo, no Vale dos Sinos, pelos crimes de homicídio e furto, praticados em 2010. Os policiais informaram que o preso seria o responsável por ter matado na região uma mulher com mais de 70 golpes de caco de vidro.

O ex-militar do Exército André Ewerson Silva dos Santos foi acusado pela morte da amiga Tainara Mohr Schumanski. O crime ocorreu em dezembro de 2010 na cidade de São Leopoldo. Segundo a polícia, a vítima foi atingida com 76 golpes de cacos de vidros na cabeça, no pescoço e no tórax. Conforme o Ministério Público (MP), o réu cometeu o crime porque estaria inconformado com o fato de a amiga estar com casamento marcado.

André, na época com 21 anos de idade, chegou a ser preso, Ele relatou aos policiais que teria discutido com Tainara quando ele foi tomar satisfações sobre comentários que ela teria feito a seu respeito. André confessou o crime, mas voltou atrás, conforme sua defesa.

Entretanto a prisão do acusado foi convertida em preventiva ainda em 2010. Posteriormente o ex-militar ainda conseguiu um habeas corpus na Justiça, recebendo liberdade provisória. Foi a partir de uma diligência que não foi possível ser cumprida, porque o réu não foi localizado, que ele passou a constar como foragido no processo. A partir disso, a Justiça expediu um novo mandado de prisão preventiva, em outubro de 2017, sendo efetuado apenas agora.

TRAMANDAÍ

Um homem de 26 anos foi preso na Rua Vênus, no bairro Terminal Turístico. Com ele foram apreendidos: um revólver calibre 38 milímetros, uma faca, 64 porções de maconha, uma balança de precisão, dois aparelhos celulares, uma quantia em dinheiro no valor de 744 reais, além de outros objetos utilizados para preparo e venda da droga. Segundo a Brigada Militar, o preso tem antecedentes por de homicídio, tráfico de entorpecentes, posse ilegal e tráfico de arma de fogo, receptação, entre outros crimes.

As outras prisões ocorreram na Rua Marechal Floriano, próximo ao Parque dos Presidentes. Os policiais prenderam um casal responsável por diversos crimes na região. Com eles foram apreendidos 90 petecas de cocaína, um aparelho celular, um binóculo e uma quantia em dinheiro.

O homem de 24 anos tem antecedentes criminais por tráfico e posse de entorpecentes, além de associação ao tráfico. Já a mulher de 21 anos possui antecedente pelo crime de tráfico de drogas.

Os quatro presos na Operação foram encaminhados a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Tramandaí, onde foram registradas as ocorrências, e posteriormente foram encaminhados ao sistema prisional.

Foto: BM


There is no ads to display, Please add some