A Polícia Civil (PC) e a Brigada Militar (BM) realizaram uma ação conjunta durante esta terça-feira (22), nos municípios de Imbé e Tramandaí. Ao todo, sete pessoas (seis homens e uma mulher) foram presas e um adolescente foi apreendido por tráfico de drogas. Segundo a polícia, os traficantes estariam planejando um confronto contra um grupo rival.

Após receberem informações que os criminosos iriam buscar armas em Imbé, os policiais se dirigiram até o local indicado e conseguiram abordar um veículo suspeito, que trafegava pela Avenida General Osório, no Centro de Imbé. No automóvel Celta, com placas de Porto Alegre, foram apreendidos dois revólveres. O motorista do carro foi preso. Na residência do homem, localizada na Avenida Fernandes Bastos, no bairro São José, em Tramandaí, foram localizadas 21 munições calibre 38 milímetros, intactas. Na casa estavam um homem, uma mulher e um adolescente de 14 anos de idade. O casal foi preso e o menor apreendido.

Em outra ação, os policiais conseguiram prender outros dois homens suspeitos de envolvimento com o grupo criminoso. Segundo a polícia, um dos indivíduos possui um mandado em aberto em Encruzilhada do Sul, no Vale do Rio Pardo, pelo crime de homicídio. As prisões ocorreram durante a abordagem a um veículo, que transitava pela região central de Tramandaí. Na residência do foragido, localizada na Rua Geraldo Santana, no bairro São Francisco II, também em Tramandaí, foram apreendidas cinco munições calibre 32 milímetros.

APREENSÃO DE DROGAS

Durante as investigações, os policiais conseguiram chegar a um depósito de drogas, localizado na Rua Sete de Setembro, no bairro Zona Nova, em Tramandaí. No local foram apreendidos 17,2 quilos de maconha, 95 gramas de crack, 94 gramas de cocaína, duas balanças de precisão e duas facas. Dois homens que estavam na casa foram presos.

Os sete presos e o menor apreendido durante a Operação foram encaminhados a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Tramandaí, onde foi registrada a ocorrência. Segundo o delegado Paulo Perez, eles vão responder pelos crimes de tráfico de entorpecentes, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

Foto: PC/BM