12289623_1085783738122678_8055160165957830424_nO mosquito transmissor da dengue, Aedes aegypti, que é combatido durante todo o ano em Osório, continua sendo o alvo dos profissionais da Vigilância Sanitária. Essa preocupação aumenta no momento em que há a hipótese de que seja esse mesmo mosquito o responsável pelo zika vírus – causador de doença possivelmente relacionada ao aumento expressivo do número de bebês nascidos com microcefalia no Brasil.

Felizmente, ainda não foi notificado nenhum caso no RS, mas a meta é seguir as ações, porque profissionais da área temem que a doença confirmada no Norte e no Nordeste, e também observada em São Paulo, Rio de Janeiro e no Paraná, se espalhe para demais regiões do país. O maior número de casos foi em Pernambuco, 268, seguido de Sergipe, Rio Grande do Norte, Paraíba, Piaui, Ceará e Bahia.

A equipe coordenada pela médica veterinária, Anne Marth intensificará ainda mais o combate ao mosquito Aedes aegypti na cidade, levando em conta a previsão meteorológica que aponta para um verão ainda mais quente e chuvoso. Isso evidencia a necessidade da prevenção, missão que necessita da colaboração da comunidade. Anne solicita o apoio de todos os osorienses, para que juntos, intensifiquem os cuidados redobrando a fiscalização diária me casas, empresas e locais públicos.