Os agentes da Patrulha Ambiental (Patram) da Brigada Militar (BM) de Capão da Canoa apreenderam, no sábado (27), uma quantia de carne de caça. A apreensão ocorreu em um estabelecimento comercial na localidade do Ressaco, na Zona Rural do município. Segundo a Patram, houve uma denúncia que o local era utilizado para a venda ilegal de pescado, assim como a criação de aves silvestres em cativeiro.

Os policiais encontraram no local diversas carnes de caça, como de capivara e lebre. Também foram apreendidos: uma espingarda calibre 32 milímetros, diversas munições intactas, faroletes, espoletas, três quilos de chumbo, entre outros materiais utilizados para caça e pesca. Além de tudo isso, os agentes conseguiram resgatar duas aves das espécies trinca-ferro e coleiro do brejo. A Patram informou que os pássaros (sem documentação) foram levados para receber atendimento e, posteriormente, vão ser soltos, devolvidos a o seu habitat natural.

O proprietário do local foi preso em flagrante e encaminhado a Delegacia de Polícia do município, onde foi registrada a ocorrência. Após o pagamento da fiança, o homem foi liberado.

Foto: Patram