19372723A Polícia Civil gaúcha prendeu, em Santa Catarina, um PM da reserva suspeito de participar da morte de cinco pessoas da mesma família, na semana passada, na Zona Norte de Porto Alegre. De acordo com o diretor do Departamento de Homicídios, delegado Paulo Grillo, a prisão temporária, solicitada à Justiça e aceita, tem como objetivo um aprofundamento nas investigações: “Não temos uma prova concreta. Essa é uma linha de investigação. Solicitamos a prisão temporária a fim de obtermos mais elementos e indagarmos detalhes. Mas não significa que obrigatoriamente seja ele o autor. Foi preso um suspeito” — explicou Grillo.
A chacina que chocou o RS ocorreu na casa 335 da Rua José Marcelino Martins, Bairro Itu-Sabará. Na quinta-feira, dia 2, foram encontrados mortos Lourdes Felipe, 64 anos, seus filhos Walmyr Felipe Figueiró, 29 anos, e Luciane Felipe Figueiró, 32 anos, e os netos João Pedro Figueiró, cinco anos, e Miguel, de um mês, filhos de Luciane. Pelo estado de decomposição, estariam mortos há quase uma semana. A exceção dos bebê, que foi encontrado embaixo do corpo da mãe, os demais foram mortos com um tiro na cabeça, cada.