A Polícia Civil (PC) prendeu um homem de 25 anos de idade, por tentativa de homicídio. Segundo o delegado da DP de Osório, João Henrique Gomes, o preso teria esfaqueado o padrasto durante uma discussão que eles tiveram. O caso ocorreu no início desse mês. Na ocasião, durante uma desavença familiar, o indivíduo teria pego uma faca e desferido um golpe no pescoço da vítima e posteriormente fugiu do local. Desde então a polícia está investigando o caso.

Após investigações, a polícia conseguiu confirmar o autor do crime e nesta terça-feira (20), cumpriu um mandado de prisão preventiva contra o acusado. O homem foi conduzido a Delegacia de Polícia (DP) de Osório, onde foi ouvido e posteriormente encaminhado a Penitenciária Modulada Estadual de Osório (PMEO). De acordo com o delegado Gomes, o preso vai responder pelo crime de tentativa de homicídio qualificado.

Também em Osório, na manhã desta segunda-feira (19), agentes da PC prenderam um homem de 40 anos. O preso tinha um mandado de prisão cautelar pelo crime de roubo. Segundo o delegado João Henrique, foi instaurado expediente policial, a partir do registro de ocorrência pela vítima, e nas apurações preliminares houve confirmação da autoria. Durante as buscas foram apreendidos objetos subtraídos pelo preso. Ainda segundo o delegado, o homem foi encaminhado à DP de Osório, onde foi interrogado e submetido à outras diligências, e posteriormente foi conduzido a PMEO.

OUTRA PRISÃO

Na manhã desta segunda-feira (19), a Polícia Civil cumpriu um mandato de prisão preventiva pelo crime descumprimento de medida protetiva. A prisão ocorreu no bairro Figueirinhas, em Balneário Pinhal. Segundo o delegado da PC, Antônio Carlos Ractz Júnior, o preso foi indiciado pela prática dos crimes de descumprimento de medidas protetivas de urgência, ameaça, calúnia, difamação, injúria, publicação e divulgação, por meio de rede social, sem o consentimento da vítima, de cenas de sexo e nudez, bem como pela contravenção penal de perturbação da tranquilidade.

De acordo com o delegado, a vítima, que é ex-companheira do criminoso, havia realizado a denúncia na última sexta-feira (16). No mesmo dia a Justiça expediu um mandado de prisão contra o indivíduo, sendo efetuado três dias depois, quando os policiais conseguiram localizar o homem.