Quatro pessoas foram presas na tarde desta quarta-feira (13), em Torres, pela Polícia Civil (PC). As ações fazem parte da segunda fase da Operação Muitas Curvas. De acordo com a PC, os presos são suspeitos de envolvimento no homicídio de Everaldo da Silva Selau. O crime ocorreu no dia 17 de outubro de 2020, em Mampituba.

A vítima estaria em um jantar na localidade de Roça da Estância, quando teria se envolvido em uma briga, onde acabou sendo agredida com socos e recebeu uma facada. Everaldo chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital de Praia Grande (SC). Porém, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. A causa da briga, segundo a polícia, seria por desentendimentos relacionados ao processo eleitoral.

Na época, sete pessoas foram presas durante Operação realizada no dia 06/11 de 2020, incluindo os quatro detidos na quarta. Entretanto, após serem ouvidos, todos foram soltos e estavam respondendo em liberdade. Após a Justiça decretar a prisão dos indivíduos, o quarteto preso na quarta (13), se apresentou na Delegacia de Polícia (DP) de Torres, acompanhados de seus advogados. Conforme informou o delegado Juliano Carvalho, após a realização da audiência de custódia, todos os presos vão ser encaminhados a Penitenciária Modulada Estadual de Osório (PMEO).

OUTRAS PRISÕES

Ainda na quarta-feira, a Polícia Civil prendeu em Cidreira, pai e filho por tentativa de homicídio. Segundo o delegado Alexandre Souza, os dois homens, de 48 e 26 anos, respectivamente, teriam disparado quatro vezes contra um homem. O crime ocorreu durante uma discussão envolvendo a posse de um terreno, em Canoas (região Metropolitana). A vítima, que seria locatário do imóvel, acabou encaminhada para o Hospital e se recupera dos ferimentos. A dupla foi encaminhada ao sistema prisional, onde vai ficar a disposição da Justiça.

Foto: PC