943881_930521300335579_7691614536369636086_nOs agentes da Delegacia de Polícia Civil de Torres e de Passo de Torres, em Santa Catarina, realizam uma operação na manhã desta quarta-feira (6) para desarticular uma quadrilha de traficantes de drogas que atuam nos dois Estados. Entre os três presos, conforme a Polícia, estão dois irmãos corretores de imóveis, que seriam os chefes da facção.

As investigações começaram ainda em 2015, quando outros quatro suspeitos de assassinatos no Litoral foram presos. Um deles era apontado como autor de pelo menos 10 homicídios no município. Outros dois possuíam dois homicídios cada. A quarta presa era companheira de um deles.

Após mais de um mês de investigação, o delegado Celso Alan Jaeger conseguiu chegar aos chefes da quadrilha, que são os dois corretores de imóveis. Além das prisões, até o momento já foram apreendidas armas, munição, droga, celulares e dinheiro.

Para o delegado, o tráfico de drogas é responsável pela maioria dos crimes graves ocorridos em Torres e no Litoral. “Nosso objetivo era diminuir os homicídios, que em 2015 fizeram 19 vítimas no município e 13 em 2014. A partir disso, percebemos que a maioria dos assassinatos são relacionados com o tráfico de drogas”, afirma.

O registro dos corretores presos é no conselho de Santa Catarina, conforme o delegado.

A operação foi batizada de “Longa Manus”, que significa os braços longos da Justiça.

Fonte : ClicRBS