IMG3883Durante a realização de novo operação para combater esquema ilegal de produção de palmito no Estado, a polícia descobriu extração irregular dentro de uma área da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) em Maquiné, no Litoral Norte gaúcho. Os técnicos da entidade informaram aos agentes que estão mapeando as áreas de proteção ambiental onde ocorre o corte das palmeiras.

Na manhã desta quinta-feira (26), cem policiais cumpriram 30 mandados de busca e apreensão em sete cidades do Vale do Sinos e do Litoral. A ação ocorreu 16 dias após outra operação ter sido realizada nessas regiões.

Segundo a Delegacia do Meio Ambiente do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), comerciantes fizeram novos pedidos de palmito após sete toneladas terem sido apreendidas na ação realizada no dia 10 de novembro.