O presidente da República Jair Bolsonaro esteve na última semana, visitando o RS. Durante a passagem pelo Estado, o presidente esteve presente, na última sexta-feira (9), na abertura da 1ª Feira Brasileira do Grafeno em Caxias do Sul, na Serra. Entre os assuntos debatidos estiveram em pauta à construção da ferrovia ligando a região da Serra ao Litoral Norte gaúcho, além das obras do Porto de Arroio do Sal.

Segundo o ministro de Infraestrutura, Tarcisio Gomes de Freitas, o governo federal está auxiliando o município da região “em todos os sentidos” e, para isso, “está desenvolvendo concessões para terminais portuários privados”, declarou.

Ainda na semana passada o Ministério da Infraestrutura foi visitado por uma comitiva envolvida na articulação pelo avanço do projeto do Porto do Litoral Norte. Lideranças políticas do RS, incluindo o prefeito de Arroio do Sal, Affonso Flávio Angst (Bolão) e empresários participaram do encontro. Também estiveram presentes, representantes do grupo Mobilização por Caxias do Sul (MobiCaxias), que tem atuado em prol do possível complexo portuário.

Todos foram recebidos pelo titular da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni. Durante o encontro, Piloni foi apresentado a alguns detalhes sobre o local e sobre a obra por representantes da DTA – Engenharia Portuária e Ambiental. A DTA é responsável pelo mapeamento do empreendimento.

Conforme informações, os trabalhos desenvolvidos até aqui apontam para um custo menor do que o esperado inicialmente para a estrutura. De toda a forma, os estudos seguem e agora o foco é o fundo do mar que banha a área onde o Porto seria erguido. “Ainda é necessário se apontar qual é a composição do solo da área, o que pode facilitar o planejamento e auxiliar na determinação do tamanho do investimento. Contudo, há expectativa de que toda a fase de estudos técnicos esteja concluída até o final deste mês”, declarou a MobiCaxias.

PORTO DE ARROIO DO SAL

Com investimentos que devem chegar a cinco bilhões de reais e movimentação anual de 50 milhões de toneladas, o novo empreendimento portuário será concebido para atender as demandas da região Norte do RS. Em discussão desde 1826, o projeto do Porto do Arroio do Sal foi apresentado na última semana, em Brasília. Após impasses políticos, o município foi escolhido para sediar o novo complexo, que será 100% privado, com previsão de entrar em operação em aproximadamente três anos.

Foto: Divulgação