A morte de um homem de 73 anos, morador de Cidreira, na semana passada acabou gerando uma enorme confusão. O tumulto gerado foi ocasionado devido a contradição na causa da morte do idoso, que estava internado no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre.

Conforme o óbito divulgado na tarde de quinta-feira (16) tanto pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) quanto pela Secretaria Municipal de Saúde de Cidreira, a morte do paciente teria sido causada pelo novo coronavírus. Essa por sinal foi a primeira morte pela doença no Litoral Norte. Entretanto, segundo o secretário de Saúde de Cidreira, João Bertuzzi, familiares da vítima teriam declarado que o resultado do óbito havia confirmado outra causa para a morte.

Em nota, a prefeitura de Cidreira, chegou a afirmar que a causa da morte teria sido por insuficiência renal. Porém, em pronunciamento por meio de vídeo realizado em uma rede social na última sexta-feira (17), o prefeito Alex Contini voltou atrás e confirmou a morte do idoso por Coronavírus. Segundo Contini, a prefeitura de Cidreira apenas resolveu solicitar o atestado de óbito a um familiar da vítima após a confirmação da morte no Diário Oficial do Estado.

Foto: Divulgação