Na segunda-feira (7), o prefeito de Imbé, Pierre Emerim, reassumiu o seu cargo. Há pedido do Ministério Publico (MP), Pierre havia sido afastado do Executivo de Imbé pelo Tribunal de Justiça (TJ) pelo período de 30 dias. Vale ressaltar que o MP chegou a pedir a prorrogação do prazo, porém o pedido foi negado pelo TJ.

O afastamento ocorreu devido a Operação deflagrada pelo MP no último dia cinco de novembro, a qual investiga supostas irregularidades em contratos e licitações na prefeitura imbeense. Desde então, Emerim vem questionando a atitude do Ministério Público. “Estou muito magoado com a forma como fizeram uma coisa que poderia facilmente explicar qualquer dúvida. Fizeram toda uma encenação, do meu ponto de vista, uma autopromoção do Ministério Público, que foi desnecessária”, afirmou Pierre.

Após o período afastado, o prefeito de Imbé agora corre contra o tempo para conseguir colocar tudo nos eixos até o final do ano, quando acaba seu segundo mandato. “Estou trabalhando para restabelecer tudo, inclusive o serviço de roçada, o qual teve o contrato suspenso. Quero colocar tudo em dia para sair pela porta da frente”, declarou Emerim.

Mas antes mesmo de Pierre deixar o comando do Executivo de Imbé, o qual vai dar lugar ao atual vice-prefeito, Ique Vedovato, eleito na eleição municipal no dia 15/11, ele vai ter que organizar as ações para o Verão, principalmente nas medidas que devem ser adotadas para o combate da Covid-19 no município.

“Existe uma operação estratégica diferente para encarar o (próximo) Verão. Afinal de contas, nós vamos ter mais de 100 mil pessoas aqui (em Imbé). Mas para isso já estamos bem encaminhado com a Policlínica e o Pronto Atendimento de Santa Terezinha. Estamos com uma estrutura muito boa e encaminhando as contrações necessárias (na área de saúde)”, informou Pierre. O prefeito de Imbé ainda ressaltou a preocupação com o comércio local. “Vamos fiscalizar e instruir todos. Até porque, isso tudo vai mais do comportamento de cada um do que do comerciante”, completou Emerim.

VALE RESSALTAR

Mesmo com a volta de Pierre a prefeitura de Imbé, as investigações contra o prefeito continuam. O Ministério Público e o Tribunal de Justiça seguem trabalhando e não dão nenhum detalhe sobre as investigações.

Foto: Talis Ramon