Na última sexta-feira (1), foi realizada em todo o país a cerimônia de posse dos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Em Osório, a cerimônia ocorreu no Plenário Francisco Maineri, na Câmara de Vereadores do município. Devido as restrições causadas pela pandemia a posse contou com a presença de um número restrito de pessoas.

O comando da Sessão Especial ficou a cargo do vereador que recebeu o maior número de votos na última eleição municipal: Lucas Azevedo. O vereador do MDB recebeu 1.326 votos, o que equivale a 5,49% dos votos válidos. Ao chamado do vereador, um por um dos nove parlamentares eleitos foram chamados para realizarem o juramento e tomarem posse ao cargo no Legislativo osoriense.

Após a posse dos vereadores, foi realizada a escolha da Mesa Diretora da Câmara para a gestão 2021/22. De maneira unânime, a chapa única foi escolhida vencedora. A mesa diretora vai ser composta pelos seguintes vereadores: Ed Moraes do MDB (presidente), Miguel Calderon do Progressistas (vice-presidente), Vágner Gonçalves do PDT (1o secretário) e João Pereira do MDB (2o secretário).

Os vereadores Charlon Muller (MDB), Ricardo Bolzan (PDT) e Miguel Calderon (Progressistas) foram escolhidos como líderes e representantes dos seus partidos. Além dos já citados, também vão compor a Câmara de Vereadores no próximo quadriênio (2021/24) os seguintes nomes: Luis Carlos Coelhão e Maicon Prado, ambos do PDT. Agora, com o comando do presidente da Câmara, Ed Morais, a cerimônia continuou.

Lucas Azevedo foi o primeiro a ir ao pupeto discursar. Eleito pela terceira vez com vereador, falou sobre o seu novo desafio. “Há oito anos na Câmara, sempre fui um vereador de discurso forte, posicionamento, porém sensível com os problemas da população. E vou continuar defendendo essas bandeiras, agora em outra função, mas sempre leal e comprometido com a população osoriense”, declarou Lucas.

Vale ressaltar que o vereador Lucas Azevedo foi escolhido para assumir a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Turismo, Cultura e Juventude, e quem assume no seu lugar na Câmara é Dudu Pellegrini (2o suplente do MDB). Inicialmente a vaga seria ocupada por Danjo Renê (1o suplente do MDB), porém o mesmo vai assumir a Secretaria de Saúde.

O vereador reeleito Charlon Muller falou sobre o que vai fazer nos próximos quatro anos. “Política é uma ferramenta para ajudar as pessoas e assim eu faço. Nesses quatro anos (2017 a 2020), eu propus um trabalho diferente, trabalhando ao lado da população, por meio do gabinete móvel: ouvindo cada morador e vendo cada problema dos bairros. Já para os próximos quatro anos eu prometo defender a população, fiscalizar e cobrar os erros, sempre buscando soluções em prol do bem-estar dos osorienses”, declarou Charlon.

MUITA EMOÇÃO

Durante a fala dos vereadores a emoção tomou conta da cerimônia. Foi o caso de Ricardo Bolzan, que dedicou a sua estada ali ao pai, o saudoso Marcos Bolzan. O ex-vereador de Osório acabou morrendo em julho de 2018, vítima de um câncer, não conseguindo assim, terminar o seu mandato, o qual se encerraria no final de 2020. Sobrinho do ex-prefeito de Osório, Romildo Bolzan Júnior, Ricardo vem de uma família política e segundo ele, vai dar quantinidade ao legado, sabendo da “importância de não quebrar esse ciclo”.

Outro que não conseguiu segurar as lágrimas foi o vereador Luis Carlos, o Coelhão (PDT), quando falou de sua mãe, já falecida, durante seu discurso. O sub-prefeito de Aguapés durante nove anos, prometeu união durante seu mandato. “Vamos trabalhar coletivamente (Legislativo e Executivo) para que Osório continue a crescer e atender as demandas dos cidadãos”.

UNIÃO, VALORIZAÇÃO DO TURISMO E DEFESA DOS OSORIENSES

O sentimento de união também esteve presente no discurso do novo presidente da Câmara. “Todos devemos remar pelo mesmo lado. Bancadas unidas e com ideias novas. Vamos discutir os problemas e apontar as melhores soluções em prol da população de Osório”, declarou Ed Moraes. Ed está indo para seu terceiro mandato consecutivo.

Para Miguel Calderon (Progressistas), a “pluralidade” na Câmara vai facilitar que todos os bairros e regiões da cidade sejam atendidos de maneira igual, não havendo uma concentração apenas na região central do município. O professor, parabenizou os colegas eleitos e ressaltou a oportunidade de trabalhar com alguns de seus ex-alunos, como é o caso dos vereadores Charlon Muller e Dudu Pellegrini.

O vereador João Pereira ressaltou seu comprometimento em servir a população. O parlamentar do MDB é um defensor do turismo, visto que, segundo ele, essa é área mais “promissora” da cidade, a qual pode acarretar no só no crescimento de Osório, mas dos demais municípios da região.

Vágner Gonçalves (PDT) foi outro que falou do comprometimento com o povo de Osório. Segundo o vereador, “é obrigação transformar a Câmara (de Vereadores) no centro de defesa dos osorienses”.

Para fechar o vereador Maicon Prado (PDT), mais um novato no Legislativo municipal, demonstrou confiança e garantiu: “Eu vou ficar muito tempo nessa casa, porque eu vou trabalhar junto com o povo”. Natural de Mampituba, Prado, há oito anos desenvolve um trabalho com crianças de bairros pobres de Osório.

POSSE DO PREFEITO E DO VICE

Dando sequência a cerimônia, o presidente da Câmara, Ed Moraes, realizou a posse do prefeito Roger Caputi e do vice-prefeito Martim Tressoldi. O ato contou com a presença do ex-prefeito Eduardo Abrahão, do ex-vice-prefeito Eduardo Renda, do deputado estadual Gabriel Souza e do deputado federal Alceu Moreira.

Em tom de despedida Abrahão resumiu sua fala em “gratidão” após oito anos no governo municipal. “Eu só tenho a agradecer ao PDT pela oportunidade de ter sido prefeito por dois mandatos, principalmente ao Romildo (Bolzan Jr.), aos demais partidos, aos secretários, servidores públicos e a cidade de Osório. Saio de cabeça erguida e vou seguir contribuindo (agora como cidadão), porque sei quanto é importante a participação de cada um para o melhor da cidade”, declarou o ex-prefeito.

Já Eduardo Renda, falou do desafiou que o novo governo vai encarar. “Vocês vão ter bastante trabalho. Vão precisar arregaçar as mangas e cumprir o compromisso que foi firmado com o povo, que confiou em vocês. Mas tenho certeza que vão conseguir e daqui há quatro anos estaremos aqui elogiando o belo trabalho de vocês”, afirmou Renda para os novos prefeito e vice-prefeito da cidade.

O vice-prefeito Martim Tressoldi destacou que a administração tem um grande desafio pela frente. “Tenho certeza que faremos um belo Governo e quero colaborar com aquilo que acredito seja o melhor para a população de Osório. Vamos aproveitar as oportunidades e buscar o desenvolvimento da nossa cidade”, ressaltou Tressoldi. “São momentos difíceis, mas com o tudo que apreendemos nesses anos de política, faremos uma bela administração”, complementou o vice-prefeito.

O prefeito Roger Caputi explicou que será importante a articulação do município junto aos Governos do estado e Federal, destacando a importância dos deputados Gabriel Souza e Alceu Moreira.

“Eu estou ansioso para começar a trabalhar. Sei da responsabilidade e do grau de compromisso que estou assumindo hoje. Um dos nossos planos para administração será buscar em Brasília novos recursos para Osório. Para isso vamos contar com o apoio do deputado Alceu Moreira. Nosso objetivo será sempre no intuito de defender os interesses da nossa cidade e de cada cidadão osoriense”, declarou Roger.

O deputado Gabriel se colocou a disposição para auxiliar em todas as necessidades do município. É válido destacar que o parlamentar do MDB, é apontado como principal nome para assumir a presidência da Assembleia Legislativa do Estado em fevereiro desse ano. Já o deputado Alceu Moreira, aproveitou a ocasião para confirmar o repasse de R$ 2,5 milhões para a cidade. Desse valor, um milhão vai ser destinado ao Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) e o restante para a compra de máquinas para a prefeitura.

POSSE DOS SECRETÁRIOS

Ainda na noite de sexta-feira (1), foi realizada a cerimônia de posse dos secretários municipais. Como já havia sido informado pelo prefeito Roger, os novos secretários são: Juarez Sebastião Nunes (Administração), Renato Ferrari (Finanças) Dilson Maciel (Educação), Lucas Azevedo (Desenvolvimento, Turismo, Cultura e Juventude), Martim Tressoldi (Obras e Saneamento), Fernando Campani (Meio Ambiente, Agricultura e Pecuária), Olga Magnus (Assistência Social e Habitação) e Danjo Renê (Saúde). A Secretaria de Justiça deve ter seu secretário definido nos próximos dias.

O prefeito agradeceu os secretários por aceitarem o desafio de fazerem parte da administração. “Acreditamos na qualificação e no trabalho do nosso secretariado. Todas as pastas terão o objetivo de realizar uma administração com gestão e planejamento, priorizando as demandas e os compromissos que assumimos com a população”, frisou Roger Caputi.

EM TEMPO 1 – O prefeito Roger Caputi afirmou que vai dar continuidade ao projeto Jogue Limpo com Osório, desenvolvido e idealizado pela ex-primeira dama da cidade, Soraia Abrahão. Conforme Roger, vão ser realizadas algumas alterações pontuais, mas a “essência” do projeto será mantida.

EM TEMPO 2 – No sábado (2), a tarde, o prefeito Caputi se reuniu com os secretários. Durante o encontro foram definidas as primeiras ações do governo que começaram a ser executadas a partir desta segunda-feira (4).