thumbA Prefeitura de Torres cumpriu a decisão judicial que determinava o fechamento do acesso de carros a Praia do Fora, no Parque de Itapeva. Foram colocadas estacas nas laterais da via e uma corrente que complementa o bloqueio, sendo permitida apenas a passagem de pedestres e veículos operacionais. Antes da medida, pelo menos quatro placas sinalizavam a proibição.

O prefeito de Torres, Carlos Souza, reiterou que defende a permanência do acesso de veículos à praia, mas reconheceu que é necessária a implementação de um plano de uso da área em que não haja riscos ambientais. Enquanto o bloqueio estava sendo implementado, pelo menos 50 carros estavam estacionados na faixa de areia.

“O fechamento é necessário em função de uma decisão judicial, ocorrida em dezembro passado. A Fepam já cumpre essa decisão. Inclusive, a licença para uso desta temporada da Praia de Fora não contempla a entrada dos veículos”, relatou o prefeito. A Fepam alerta para os riscos de danos ambientais na área devido a presença dos veículos na faixa de areia. Mesmo com as placas indicando a proibição, ainda assim os condutores ingressavam na faixa de areia.

Segundo o prefeito, a decisão pelo fechamento foi tomada após diversas reuniões com entidades ambientais, Fepam e a Secretaria do Meio Ambiente do município. “Deixamos registrado que lutamos pelo não fechamento da Praia de Fora. A nossa posição de não fechar é tentando fazer o regramento do uso”, ressaltou Souza.

De acordo com a secretária do Meio Ambiente, Eliana Machado, o plano de uso da área visando a liberação do acesso de veículos já está sendo encaminhado pela prefeitura. “A expectativa é de que o acesso de veículos seja liberado no próximo verão”, disse a secretaria. Por sua vez, o prefeito também revelou ter ficado surpreendido com a quantidade de lixo deixada pelos banhistas na praia.

Mesmo que não tenha ligação diretor com o acesso de carros, Souza afirmou que a conscientização dos usuários da Praia de Fora faz parte do plano de uso regrado da área. “Temos a preocupação com as questões ambientais que envolvem a Praia de Fora”, salientou.

A medida já causou uma reação imediata nos moradores e veranistas da região. Segundo o aposentado João Carlos Laurindo, 61, o bloqueio do acesso aos veículos é ridículo. “Não entendo poque a prefeitura foi deixar chegar nesse ponto. Tinham que ter solucionado bem antes”, disse. Morador da região e proprietário do camping que fica ao lado da via de acesso, o aposentado afirmou que a medida vai resultar na cada de usuários da praia e no acúmulo de carros estacionados na via.