Gerente_CorsanO diretor-presidente da Corsan, Flávio Ferreira Presser, cumpriu agenda no Litoral Norte, nesta sexta-feira (23), quando vistoriou diversas obras de saneamento na região. A agenda começou no início do dia, em Santo Antônio da Patrulha, onde o dirigente visitou os trabalhos de implantação de rede coletora de esgoto na rua Miguel Pereira, esquina com rua Santo Antônio.A obra integra a ampliação do sistema de esgotamento sanitário da cidade. No valor de R$ 36,3 milhões, o empreendimento inclui a execução de redes coletoras e auxiliares, ramais prediais, ligações intradomiciliares, estação de bombeamento, emissário e Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Na sequência, Presser conferiu de perto outro trabalho de implantação de redes – dessa vez em Xangri-Lá, na rua Uruguai, esquina com Beira Mar. A obra visitada consiste na instalação de redes coletoras e ramais prediais. O investimento da Companhia no sistema de esgotamento sanitário da cidade é de R$ 19,1 milhões.

Ainda pela manhã, em Capão da Canoa, o dirigente fez uma visita à ETE Araçá, que passará por uma revitalização. Na mesma área, será construída outra estação de tratamento, a ETE Guarani. A Corsan está investindo R$ 29,4 milhões na ampliação do sistema de esgotos da cidade, num empreendimento que inclui ainda a execução de redes coletoras, ramais prediais, emissários de recalque e obras complementares na ETE São Jorge.

Na cidade o dirigente também vistoriou as obras de um reservatório elevado de 500 m³, localizado na av. Cristóvão Colombo, esquina com rua C, na Praia do Guarani. A expansão do sistema de abastecimento de água do município representa um investimento de R$ 48,1 milhões, com execução de estações elevatórias de água bruta e tratada, adutoras, Estação de Tratamento de Água (ETA), redes de distribuição e três reservatórios. Em Capão da Canoa, Presser ainda visitou a ETA 2.

À tarde, o presidente esteve em Imbé, onde se reuniu com o prefeito, Pierre da Rosa. Na oportunidade, os gestores trataram de demandas referentes ao saneamento da cidade. O investimento da Corsan na implantação do sistema local de esgotos, no valor de R$ 32,8 milhões, prevê redes coletoras, ramais prediais, interceptores, estação de bombeamento, emissários e ETE.

A agenda foi encerrada em Tramandaí, com uma reunião com o prefeito, Edegar Rapach. No encontro, foram discutidos assuntos relativos à prestação dos serviços da Companhia no município. O presidente também visitou obras de assentamento de redes, no bairro Litoral. Está em andamento na cidade a execução de redes coletoras, ramais prediais, ligações domiciliares e intradomiciliares, estações de bombeamento e emissários. Ao todo, a Corsan está investindo R$ 39,3 milhões na ampliação do sistema de esgotos de Tramandaí. Acompanharam as agendas os diretores Comercial, Luciano Eli Martin, e de Expansão, Marcus Vinicius Caberlon, o superintendente regional, Rodrigo de Toledo, e funcionários da Companhia.