A Penitenciária Modulada Estadual de Osório (PMEO) vai aumentar a capacidade do regime semiaberto. As obras que tiveram um investimento de R$ 15 mil já estão em andamento, sendo realizadas pelos próprios presos. O valor foi destinado pela Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen) e pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe).

As melhorias ocorrem na canalização da rede, que será interligada à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), e na adaptação de duas celas de isolamento, uma disciplinar e outra para a triagem da Covid-19.

Segundo o delegado da 1ª Delegacia Penitenciária Regional (Vale dos Sinos e Litoral), Benhur Calderon, falou sobre a união de esforços da Seapen, da Susepe e da 1ª Delegacia Penitenciária Regional (DPR), a busca de ampliação de novos espaços prisionais é “necessário para o enfrentamento da crise mundial provocada pela pandemia”.

Atualmente o anexo da PMEO tem a capacidade para 35 presos. Com a conclusão das obras a capacidade vai dobrar para 70 presos.

Foto: Susepe