20695074A Brigada Militar (BM) prendeu neste domingo (7), em Cidreira, no Litoral Norte, um quinto suspeito envolvido na morte do PM Thales Ferreira Floriano, 31 anos, durante abordagem a criminosos na madrugada de sábado (6) no município. Mais três suspeitos foram identificados e estão com prisão temporária decretada. Ainda ontem,outros quatro criminosos foram presose hoje tiveram a prisão preventiva decretada. O soldado foi sepultado no final da manhã de hoje em Tramandaí.

De acordo com o delegado Antônio Ractz, a BM apresentou a identificação de mais quatro suspeitos e a polícia solicitou a prisão deles. Através de buscas na região, um dos investigados acabou sendo preso e os outros três seguem sendo procurados. Os outros quatro detidos já estão desde ontem no presídio de Osório. Thales foi morto na vila Chico Mendes, em Cidreira, durante perseguição a bandidos.

Sepultamento
Ele foi sepultado na manhã de hoje, mas antes, o corpo foi levado em um caminhão dos Bombeiros. Viaturas da Brigada Militar, Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias e Susepe acompanharam o cortejo até o cemitério municipal. Houve buzinaço e aplausos.

O comandante-geral da BM, coronel Alfeu Freitas, e o subcomandante, coronel Andreis Dal’Lago, participaram do sepultamento. O soldado Thales Ferreira Floriano morava em Tramandaí e havia ingressado na BM em 2009. Ele deixa a esposa e uma filha de três anos de idade.

Homenagem 
Durante o jogo do Inter no Beira-Rio, três crianças filhas de PMs mortos em confrontos entraram em campo com os jogadores colorados. Nesta segunda-feira (8), o comando da BM vai fazer uma homenagem aos policiais mortos durante o cumprimento do dever. Será no Largo PM Valdeci de Abreu Lopes, na Ipiranga com a Silva Só, na Capital.

Além de Thales, no dia 4 de julho, o soldado Luiz Carlos Gomes da Silva Filho, 29 anos, foi baleado na cabeça por um criminoso na zona sul de Porto Alegre.

GAÚCHA