estupro1Um professor é suspeito de assediar estudantes de uma escola pública de Imbé há mais de uma década. O caso, que só foi descoberto no início deste ano, começou a ser investigado depois que os pais de algumas das vítimas buscaram a polícia para relatar os abusos. O homem, de 36 anos, teve a prisão preventiva pedida pela polícia no início da semana, mas ainda não foi decretada pela justiça. De acordo com o delegado de Imbé, Valeriano Garcia Neto, o homem já foi ouvido e negou os abusos. “Ele é morador da cidade e uma pessoa influente. Não vamos dar detalhes do caso para não revelar a identidade das vítimas. Foi muito difícil conseguir com que elas falassem. Algumas até já saíram da escola”, explica. Segundo Neto, as meninas tinham entre 12 e 18 anos quando sofreram os abusos. Ao menos, dez meninas já confirmaram em depoimento ter sido molestada pelo professor. O delegado, no entanto, não detalhou como eram os abusos nem em que momento aconteciam. O professor foi exonerado do cargo após pedido de prisão preventiva ter sido pedido pela polícia. O nome dele não foi revelado pelo delegado para não identificar as vítimas.

 

Fonte: Jornal Momento