252525Os professores da rede estadual aprovaram, na tarde desta quarta-feira (8), greve por tempo indeterminado a partir do dia 15 de março. A assembleia geral da categoria foi realizada no Ginásio Gigantinho, em Porto Alegre.

O movimento é adesão à greve nacional convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). Outros estados também já aprovaram paralisação.

“É mais fácil hoje a nossa categoria fazer greve se for acompanhando todo o Brasil. Isso te fortalece para iniciar a briga”, disse a presidente do Cpers, Helenir Schürer.

Além da questão salarial, entre os principais motivos do movimento estão os pacotes de medidas dos governos Temer e Sartori, e as reformas da Previdência, trabalhista e do Ensino Médio.

GAÚCHA