12289615_1086374558063596_1190365527033675639_nNo primeiro dia de trabalho foi recolhido grande volume de lixo
Iniciou na manhã de terça-feira, 24, o trabalho de limpeza da Lagoa do Marcelino. O secretário substituto de Obras, Saneamento e Trânsito e coordenador de limpeza das Praças e Avenidas juntamente com o servidor Luiz Josias, são os responsáveis pela ação no local.

No primeiro dia de limpeza, os profissionais encheram quatro barcos como lixo variado, com maior ênfase a garrafas pets. O lixo é resultado do descarte incorreto e especialmente de quem consome refrigerante e alimentos, com embalagens plásticas e deixam às margens da lagoa.

Mesmo com a ação intensa dos profissionais da Secretaria de Obras, Saneamento e Trânsito, Meio Ambiente e Gestão Urbana e com a atuação específica do Programa Jogue Limpo com Osório, os responsáveis por esse tipo de lixo, ainda precisam se conscientizar.

Se os cidadãos se responsabilizassem pelo descarte correto do lixo que produzem não seria necessário estratégias como essa que visam contribuir com a manutenção da Lagoa do Marcelino.

Às pessoas que utilizam o complexo da Lagoa do Marcelino recomenda-se o auxílio a prevenção e aos cuidados que evitem lixo no local.
Jogue Limpo com Osório você também.

Confira, abaixo, o tempo de decomposição de diferentes materiais:
– Plásticos: 450 anos
– Fralda descartável comum: 450 anos
– Isopor: 400 anos
– Latas de alumínio: de 200 a 500 anos
– Tampas de garrafas: 150 anos
– Latas de conserva: 100 anos
– Nylon: 30 anos
– Chiclete: 5 anos
– Fósforos e pontas de cigarros: 2 anos
– Embalagens de papel: de 3 a 6 meses
– Vidro: mais de um 1milhão de anos
– Madeira pintada: 13 anos
– Pano: de 6 meses a 1 ano
– Linha de Nylon (de pesca): 650 anos