Há mais de um ano impossibilitadas de darem aula presencial devido a pandemia causada pela Covid-19, as professoras das escolas de Educação Infantil Privadas da cidade se uniram para protestar a favor do retorno das aulas presenciais. Participaram do protesto realizado na quinta-feira (8), as educadoras das escolas Dos Pimpolhos, Algodão Doce, Jardim Encantado e Sementinha.

Após terem suas atividades suspensas, em março do ano passado, as Escolas de Educação Infantil particulares tiveram que adaptar-se e reinventar-se com a oferta de atividades online. Além disso, precisaram se submeter a um rigoroso protocolo de adequações higiênicas e sanitárias.

No final de 2020, as instituições tiveram autorização para o retorno às atividades presenciais. No entanto, quando se reiniciava o novo ano letivo, veio também o lockdown e com ele, uma liminar determinando o fechamento das escolas. Solidárias com o momento, novamente as instituições submeteram-se ao retorno das atividades remotas, mas com o  afrouxamento das medidas nas atividades consideradas essenciais e uma vez tendo sido sancionada pelo Governo do Estado a Lei que determina a essencialidade da educação infantil, as Escolas sentem-se lesadas no seu direito de realizar o seu trabalho.

Fotos: Divulgação


There is no ads to display, Please add some