Com a cotação do petróleo despencando nos últimos meses, estados e municípios produtores se preparam para uma queda acentuada na arrecadação. Antes do início da pandemia, que forçou a retração do consumo, o esperado era que fossem distribuídos R$ 33,4 bilhões em royalties do petróleo neste ano, em todo país. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a estimativa caiu para R$ 18,4 bilhões,

Com a demanda em forte queda em todo o mundo, o preço do barril de petróleo (equivalente a 158,9 litros) tem despencado. No dia 20 desse mês, a cotação do óleo tipo WTI, referência nos Estados Unidos, chegou a ficar negativa: – US$ 37 (menos trinta e set dólares) pela primeira vez na história. Isso, é claro, tem reflexos no mercado brasileiro, afetando diretamente os municípios do Litoral Norte gaúcho.

Em alguns casos a perda de 2019 para 2020 chega a aproximadamente 45%. A maior queda percentual foi de Osório que em 2019 recebeu R$ 45.761.797,00 milhões de reais e em 2020 o repasse total foi de R$ 22.611.991,53. Tramandaí recebeu em 2019 R$ 21.166.668,70 e neste ano o volume repassado foi de R$ 12.166.668,60. Imbé teve em 2019 o repasse de R$19.087.572,58 e em 2020 o repasse foi de R$ 13.184.373,76. Já Cidreira recebeu em 2019 R$ 11.550.685,00 e em 2020 o repasse foi de R$ 7.160.324,31.

PAGAMENTO DE DEZEMBRO

Nesta terça-feira (22), foram pagos os recursos referentes ao mês de dezembro dos royalties do petróleo. Ao todo, os quatro municípios do Litoral Norte contemplados com o dinheiro dos royalties receberam aproximadamente 4,5 milhões de reais. Apenas Osório recebeu R$ 2.284.304,48. Imbé foi contemplada R$ 934.108,25. Cidreira recebeu 541.558,09. Já Tramandaí foi contemplada com R$ 736.857,16.