GD_20151208181801img_6118O governador José Ivo Sartori e o secretário da Saúde, João Gabbardo dos Reis, participaram nesta terça-feira (8), no Palácio do Planalto, de reunião sobre ações e medidas de enfrentamento à microcefalia. O encontro de trabalho, convocado pela presidente da República, Dilma Rousseff, reuniu governadores, vice-governadores e secretários de Saúde de diversos estados brasileiros.

Para Sartori, a prevenção e o combate ao mosquito transmissor é fundamental, sendo necessário o engajamento de toda a sociedade. “No Rio Grande do Sul, instituímos desde o dia 2 de dezembro o Comitê Intersetorial de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti, coordenado pela Secretaria da Saúde, ao lado de outras unidades do governo e Famurs. Esse é um desafio coletivo, que deve ser enfrentado de forma articulada e integrada”, salientou o governador.

Um seminário sobre o tema reúne representantes de municípios gaúchos nesta quarta-feira (08), às 9h, no auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari, em Porto Alegre. O encontro é coordenado pela Secretaria da Saúde. “O Rio Grande do Sul registrou neste ano 1.283 casos de dengue, dos quais 1.039 autóctones, quando a doença é contraída no estado. Até o momento não temos registro de casos confirmados de febre chikungunya e zika vírus”, informou o secretário João Gabbardo.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, até 28 de novembro foram notificados 1.248 casos de microcefalia no país, identificados em 311 municípios de 14 estados.

Texto: Gabriela Alcantara, de Brasília
Edição: Denise Camargo/Secom