Sete trechos de cinco rodovias do Litoral Norte receberam controladores eletrônicos que vão monitorar os veículos. Eles foram instalados próximo aos postos do Comando Rodoviário da Brigada Militar nas seguintes rodovias: RS-030, RS-407, RS-486, RS-040 e RS-389.

Segundo o vice-governador José Paulo Cairoli, a ideia é evitar a entrada e saída de veículos furtados ou roubados. Os equipamentos se assemelham aos controladores de velocidade. Eles leem as placas dos veículos e informam o posto policial mais próximo.

Uma parceria foi feita com uma empresa da iniciativa privada, que cedeu os equipamentos neste período de veraneio. Também será possível flagrar veículos com problemas de documentação, como IPVA atrasado ou licenciamento vencido.

Se a medida for aprovada, a tendência é que o projeto seja expandido para todo o Rio Grande do Sul. Dessa forma, cada um dos 45 postos do Comando Rodoviário da Brigada Militar teria nas suas proximidades um controlador eletrônico.

Esta será uma das atrações da Operação Verão anunciada nesta sexta-feira (16) e que foi montada pelo Governo do Estado para atender aproximadamente 3 milhões de gaúchos em 80 municípios.

A preocupação maior será com a segurança pública. O número de servidores será mantido: três mil, sendo 1.150 da Brigada Militar, 866 dos Bombeiros, 136 salva-vidas civis, 727 policiais civis e 60 profissionais do Instituto Geral de Perícias.

O vice governador destacou a manutenção dos profissionais na área da segurança, mesmo que a medida cause diminuição de policiais no interior. Porém lembrou que em fevereiro dois mil novos policiais militares em treinamento começam a realizar atividades na rua.

“A gente tem a consciência que falta policial. Tanto que falta que o governador Sartori autorizou a contratação de dois mil brigadianos, que estão em curso. Devemos estar com eles a partir de fevereiro fazendo parte do grupo de brigadianos na ativa”, projetou Cairoli.

O vice-governador também ressaltou que o ano foi extremamente difícil. Mesmo assim, a garantia é de manter os serviços que foram ofertados no veraneio passado. Ele aproveitou para pedir apoio da população para a aprovação do pacote de projetos que foi enviado à Assembleia Legislativa.

“Aproveito a oportunidade para pedir. Que a sociedade defina se ela quer esse Estado que não cumpre com seu dever social, que não cumpre com a boa prestação de serviço ou o Estado de serviço que é o nosso pacote que está lá na Assembleia”, avaliou Cairoli.

GAÚCHA