23540854O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) convocou nesta terça-feira (1º), por meio do Diário Oficial da União, 55.152 mil segurados em todo o Brasil para a revisão do auxílio-doença e da aposentadoria por invalidez. E o Rio Grande do Sul, com 9.986 nomes na lista, é o Estado com o maior número de beneficiários chamados pelo órgão, respondendo por 18% do total. A Bahia vem em segundo lugar, mas com menos da metade de segurados, 4.693.

A convocação faz parte do pente-fino do governo federal sobre os benefícios concedidos há mais de dois anos. A lista, com nome e número de benefício, é formada por aqueles segurados não localizados pelos Correios ou com o endereço incompleto no cadastro do Sistema Único de Benefícios (SUB). Quem estiver nessa chamada tem até sábado (5) para agendar a reavaliação do benefício, que será feita em uma agência do INSS.

Suspensão

Mas esse agendamento será exclusivamente por meio da central de teleatendimento do INSS, o número 135. Nessa ligação, será informada a data agendada e o local para a revisão do benefício. Pelo mesmo número, também é possível conferir se o nome está na lista.

Todos precisam fazer o agendamento. Caso o segurado esteja internado ou doente e não possa comparecer à perícia marcada, deverá pedir a uma pessoa de confiança que informe, em uma agência do INSS, o impedimento. Esse representante terá de apresentar a identidade do segurado e um documento que comprove o problema, como atestado médico. Com isso, será possível solicitar ao beneficiário uma perícia hospitalar ou domiciliar.

No dia da perícia, o segurado precisa apresentar toda a documentação médica, como atestados, laudos, receitas e exames. Quem não atender à convocação e não justificar a ausência terá o benefício suspenso até que se apresente.

Pente-fino

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, 20,3 mil benefícios já foram cancelados devido ao não comparecimento dos segurados. Até o momento, foram enviadas 435 mil cartas de convocação.

Ao todo, serão chamados 1,5 milhão de pessoas que há mais de dois anos estão sem perícia. Dessas, 530 mil recebem o auxílio-doença e mais de 1 milhão são aposentados por invalidez com menos de 60 anos.

Agendamento

Para agendamento da revisão ou para conferir se o nome está na lista de convocados, ligue para a Central de Atendimento do INSS, no telefone 135. Funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h.

– Telefone fixo: Ligação gratuita.
– Telefone público: Ligação gratuita.
– Telefone celular: Custo de ligação local.

Ao ligar para o 135, tenha em mãos:
– O CNPJ ou CPF do empregador.
– Documentos pessoais (RG, CPF).
– O número do benefício.
– Papel e caneta.

Confira se o seu nome está na lista

É possível fazer isso pelo telefone 135 ou buscar o seu nome na página oficial do Diário Oficial da União pela internet, na página oficial da publicação.

No campo de busca, digite o nome completo entre aspas e selecione apenas a seção 3 e a data desta terça-feira (1º).