Os óbitos por Covid-19 no Rio Grande do Sul seguem aumentando. Nesta quarta-feira (29) o número de mortes no Estado chegou a 50. A maioria dos casos ocorreu nas cidades de Porto Alegre (14) e Passo Fundo (11), o que equivale a metade das mortes por Coronavírus no RS. As outras 25 mortes estão espalhadas por outros 18 municípios gaúchos, sendo três na região do Litoral Norte: Arroio do Sal (1), Cidreira (1) e Tramandaí (1).

Em relação ao número de casos confirmados do novo coronavírus, no RS o número passou de 1,3 mil. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, desse total, 825 pessoas já estão curadas da doença, o que equivale a mais de 60% dos infectados.

No Litoral Norte o número de casos voltou a sumir. Três pessoas foram diagnosticadas com Covid-19 na manhã desta quarta-feira, todas em Torres. O município passou de 19 para 22 casos confirmados, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Já conforme a SES, esse número permanece em 10 casos.

Ao todo, são 46 casos confirmados de Coronavírus na região de acordo com as Secretariais Municipais. A Secretaria Estadual aponta um número diferente, visto que para ela são apenas 34. Os demais casos foram confirmados nas cidades de Capão da Canoa (7), Tramandaí (3), Três Cachoeira (3), Arroio do Sal (2), Cidreira (2), Osório (2), Santo Antônio da Patrulha (2), Imbé (1), Três Forquilhas (1) e Xangri-lá (1).

Pico deve acontecer dentro de duas a nove semanas no Brasil

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, afirmou que o período de maior força de vírus respiratórios, como é o caso do Coronavírus, se dá pela 20ª semana de disseminação e que o Brasil passa, agora, pela 18ª semana desde que foram iniciados os boletins a respeito da Covid-19 no país.

“Estamos na semana epidemiológica de número 18. O período de maior incidência de vírus respiratórios ocorre em torno da 20ª, 22ª, 27ª semana. Em alguns anos ela se antecipa, em outros isso é prorrogado”, disse o secretário.

Oliveira utilizou como base outras infecções respiratórias que já acometeram o Brasil. Ainda segundo ele, a imunização não pode ser conquistada a curto prazo, já que a observação da situação deve durar, no mínimo, três meses.

Quanto aos testes, o secretário comentou sobre a testagem em massa, mas explicou que não se trata de realizar testes em toda a população. “O teste em massa não significa testar todas as pessoas. Significa testar mais pessoas sobre critérios mais precisos”, declarou. De acordo com Oliveira, profissionais de saúde e segurança devem ser priorizados.

NÚMEROS

No Brasil são aproximadamente 73,5 mil casos de Covid-19. Desse total, pouco mais de 5,1 pessoas faleceram, o que equivale a 6,93% dos infectados com a doença. Em contrapartida, mais de 48% das pessoas que foram diagnosticadas com o novo coronavírus estão curadas, o que equivale a aproximadamente 32,6 mil pessoas.

No mundo são mais de 3,1 milhões de pessoas infectadas e aproximadamente 219 mil mortes, o equivale a sete por cento da população com Coronavírus. Em relação ao número de curados, ele chega a aproximadamente 949 mil pessoas, o equivalente a 30,6% do total infectado.


There is no ads to display, Please add some