O Ministério de Desenvolvimento Regional aprovou, no início desta semana, o decreto de emergência apresentado pelo município, devido à estiagem. A decisão foi publicada na edição do Diário Oficial da União (DOU) de segunda-feira (22), por meio da portaria no 1.754. Antes disso, o governo do Estado já havia reconhecido a situação da cidade, com a publicação realizada na última sexta-feira (19) no Diário Oficial, por meio do Decreto no 55.319.

O prefeito Daiçon Maciel da Silva encaminhou o decreto ainda no mês de março, em função de prejuízos que a agricultura, a pecuária e também comunidades patrulhenses vêm sofrendo com a falta de chuvas. Os dados que serviram de base para o documento partiram de um diagnóstico da situação, apresentado pela Defesa Civil do município, juntamente com a Emater e com o Conselho Municipal da Agricultura (Comagri).

Conforme o prefeito, com este reconhecimento, Santo Antônio da Patrulha vai poder receber recursos para compra de cestas básicas, perfuração de poços e contratação de caminhões pipas, bem como auxiliar agricultores com trabalho nas propriedades, com máquinas da prefeitura. Outra demanda de agricultores que também poderá ser atendida é a prorrogação de financiamentos em bancos. O decreto prevê, ainda, que os órgãos municipais atuem sob a orientação da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução, entre outras providências.

Foto: PMSP