A prefeitura de Osório, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pecuária apresentou na última sexta-feira (19), uma proposta de tecnologia para o tratamento biológico de efluentes cloacais. O objetivo é evitar que esses dejetos de esgotos sejam jogados (de maneira irregular) em lagoas e outras áreas da cidade. A ideia é, caso seja aprovado o projeto, iniciar os testes na Lagoa dos Barros.

O sistema foi apresentado pelo Secretário de Meio Ambiente, Fernando Campani, e pelos técnicos da Secretaria, o Geólogo Julierme Carassai e o Engenheiro Israel Passos. A reunião técnica contou com a presença da empresa responsável técnica pelo empreendimento e dos moradores do loteamento que estão na busca da regularidade ambiental há muitos anos.

O sistema de tratamento é composto por Fossa Séptica, filtro biológico, Caixa impermeável vegetada com Cultivo de plantas absorventes através da Zona de Raizeira em diferentes graduações de brita e película bacteriana, caixa de inspeção e zona de infiltração vegetada. As pesquisas e as constatações do sistema apontam eficiência de 75 a 90% para o tratamento dos principais parâmetros poluidores.

O sistema está condicionado ao manejo eficiente das plantas filtrantes e o monitoramento ambiental. Vale ressaltar que a proposta tecnológica já tem reconhecimento da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e vem sendo usada em várias situações semelhantes na região e também no Estado, para o tratamento de efluentes residenciais e no tratamento de efluentes gerados na criação de suínos.

Foto: Lucas Rodrigues


There is no ads to display, Please add some