Na última sexta-feira (23), o secretário adjunto da Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo (SJSPS), Egon Kvietinski, esteve, juntamente com uma coletiva, visitando as dependências da Penitenciária Modulada Estadual de Osório. O secretário aproveitou a oportunidade para conhecer as oficinas desenvolvidas dentro da PMEO.

Uma delas é a oficina de artesanato direcionada ao público LGBT, fruto do projeto Arteiro Patchwork, que em agosto completa nove anos de funcionamento. O projeto já contemplou mais de 90 pessoas privadas de liberdade e funciona atualmente com 12. A ação foi implementada com o objetivo de sanar a demanda de trabalho dos apenados que se encontravam em espaço destinado a zelar pela integridade física e psíquica do público LBGT.

“Além de ser uma importante ferramenta do trabalho prisional e tudo que ele representa para o sistema penitenciário, o projeto é viés fundamental para os anseios da sociedade em que vivemos, onde lutamos por inclusão e igualdade”, enfatizou o vice-diretor da Penitenciária de Osório, Alisson Martins.

Egon destacou a qualidade dos materiais produzidos no projeto e que o objetivo é incentivar ainda mais a continuidade dessa oficina, a partir da criação de um e-commerce. “Queremos buscar novas parcerias para fomentar cada vez mais o trabalho prisional, que promove a inclusão social dos apenados e auxilia na retomada deles da vida em liberdade. Parabenizo a direção e todos os servidores penitenciários de Osório pelo trabalho realizado”, enfatizou.

O projeto também propõe a sustentabilidade, pois produz arte a partir de retalhos que seriam descartados por empresas de confecção de tecidos. Os produtos também têm um viés social, porque as máscaras produzidas são doadas para instituições e pessoas em situação de vulnerabilidade. “Nosso objetivo é propiciar um espaço de reflexão e identificação com o trabalho para que, quando forem egressos do sistema prisional, eles possam trabalhar nesse ofício e gerar sustento para a família”, afirmou a psicóloga Juliana Borba, que coordena a oficina, juntamente com a assistente social Ana Lúcia Kurilo.

Durante a visita, o secretário adjunto também conheceu os demais projetos da PMEO, assim como a atuação do Grupo de Intervenção Regional (GIR-1), o trabalho do canil e a estrutura da casa prisional.

Também acompanharam a visita o representante do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Helder Antônio Jacoby dos Santos; o diretor do Departamento de Tratamento Penal da Susepe, Cristian Colovini; a chefe da Divisão de Trabalho Prisional, Elisandra Minozzo; a psicóloga do Departamento de Políticas Penais da SJSPS e ponto focal do Depen das Políticas Penitenciárias no RS, Débora Ferreira; e a assessora da SJSPS, Thais Simon Pires.

Foto: Alefer Dias


There is no ads to display, Please add some