Inicia hoje (quinta-feira) a segunda fase da Campanha de Vacinação contra a Influenza (H1N1, B e H3N2). Nessa etapa vão ser vacinados as pessoas com doenças crônicas, profissionais da segurança (policiais civis e militares, bombeiros, agentes penitenciários, etc.), presidiários, adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos sob medida socioeducativa, além de caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuário.

Nessa quinta-feira (16) vão ser distribuídas 800 doses da vacina. Ao todo, mais de 4,5 mil pessoas devem ser vacinadas no município nessa etapa da Campanha. A vacinação inicia a partir das 9h e ocorre nos seguintes Postos de Saúde: Aguapés, Albatroz, Arroio das Pedras, Atlântida Sul, Caravágio, Central, Glória, Laranjeiras, Palmital, Passinhos e Primavera.

Vale ressaltar que no Posto Central, as vacinas vão ser aplicadas na frente do local, na Unidade Móvel de Saúde. Os moradores das demais localidades vão ser atendidos em uma nova data que deve ser divulgada nos próximos dias. É válido destacar que a segunda etapa da vacinação vai até o dia 22 de maio.

PRIMEIRA ETAPA

Na primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Influenza, Osório recebeu aproximadamente 6,9 mil doses para vacinar os profissionais da área da Saúde e as pessoas com 60 anos ou mais. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a meta nesse ano era conseguir imunizar 5.515 idosos. De acordo com os últimos dados divulgados, a meta teria sido cumprida, visto que foram vacinados mais 5,6 mil pessoas nessa faixa etária.

VACINAÇÃO DOS IDOSOS

Durante a vacinação, inúmeras reclamações chegaram a nossa equipe informando que pessoas que moram em outros municípios estavam realizando a vacinação na cidade, o que acabou gerando que muitos osorienses ficassem sem a vacina. Por meio da redes sociais o secretário Emerson Magni declarou que uma ação vai ser realizada para atender essas pessoas.

Segundo Magni, os idosos que não realizaram a vacinação contra a Influenza devem ligar para as suas respectivas Unidades de Saúde e informar a situação. A partir dessa ligação vai ser montada uma lista com os moradores que precisam receber a vacina e posteriormente os mesmos vão receber a vacinação em suas próprias residências.

A Secretaria de Saúde disponibilizou um número de whatsapp para agilizar o atendimento. Quem preferir pode mandar mensagem para o número (51) 99548-8371 e informar os dados do paciente idoso.

Foto: PMO