17833842A Secretaria Estadual de Saúde, o Sindicato Médico (Simers) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) lançaram na manhã desta sexta-feira (18), dois canais para informações e denúncias sobre o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

O site rscontraaedes.ufrgs.br recebe denúncias sobre localização de focos e criadouros do mosquito. Materiais com informações sobre sintomas e prevenções também estão disponíveis.

O aplicativo será disponibilizado a partir de Janeiro e pode ser encontrado através do nome “RS conta Aedes”. Além dos serviços oferecidos no site, o usuário também pode cadastrar sua região. Através da descrição da casa, alertas semanais serão enviados para lembrar atitudes de combate.

Também está disponível um número para atendimento via WhatsApp: (51) 9184 7821.

O Ministério da Saúde registrou 2,4 mil casos de microcefalia no País, associados ao zika vírus, contra 147 registrados em 2014.