policia-bandA Brigada Militar efetuou a prisão de Iohan Moreira Sundin, nesta terça-feira (13), na Avenida Itália, bairro Centro em Balneário Pinhal. Ele é o principal suspeito de ter assassinado sua companheira, Adriana da Silva Pastorini, 49 anos, com golpes de faca e a enterrado debaixo de uma cama de casal.

A descoberta foi feita a partir de uma denúncia da sogra da vítima, Ivanira Moreira, que entrou em contato com a polícia dizendo que a nora estava desaparecida. Segundo o delegado Alexandre Souza, Ivanira disse que acreditava que a nora poderia ter sido morta pelo próprio filho, que fugiu após ser questionado sobre a possibilidade. O que não foi confirmado.

Iohan tem diversos antecedentes criminais e era foragido do sistema semiaberto. Segundo testemunhas, ele teria dito que matou a esposa em pontos de tráficos de drogas na região.

O crime ocorreu em uma residência localizada na Rua Erechim, no balneário de Magistério. O cadáver estava em avançado estado de decomposição.