12246962_951867868201997_1477650445654085059_nUm excelente público compareceu na tarde deste domingo, 15.11, no Estádio Mariscão em Capão da Canoa para acompanhar o primeiro jogo das finais da Taça Serramar 2015. O confronto envolvia Xangri-lá e Costa do Morro. A Costa do Morro entrou em campo jogando por dois resultados iguais, já que possuía melhor campanha, porém viu esta vantagem ruir, já aos 04 minutos do 1º tempo quando Chiquinho alçou uma bola na área em cobrança de falta e Alex Xavier, livre de marcação colocou no canto direito do goleiro Max que não pode fazer nada. A Costa a partir deste momento passou a ter mais posse de bola, mas não levava perigo ao gol de Lisandro. Quem ampliou foi o Xangri-lá, quando, aos 21 minutos, numa saída de bola equivocada, Bruno na entrada da área tocou para Luan que num giro de corpo tirou o marcador e livre, colocou também no canto direito de Max, Xangri-lá 2×0 Costa do Morro.

No segundo tempo, a Costa veio determinada a buscar o gol, mas esbarrava na forte marcação do Xangri-lá. Anderson Oliveira, após troca de passes na entrada da área, teve uma bela oportunidade da marca do pênalti, mas colocou para fora. Aos 16 minutos, Maurinho entrou na área e foi derrubado por André. O árbitro marcou penalidade máxima. Léo Paz que já tinha cartão amarelo reclamou acintosamente e foi expulso. Chiquinho cobrou e fez o terceiro do Xangri-lá no jogo. Aos 25, Axiel cometeu falta em Ronaldo Raupp e como já tinha cartão amarelo, também foi expulso. A partir deste momento, as equipes procederam algumas substituições, mas nada que mudasse o placar. Final de jogo, Xangri-lá 3×0 Costa do Morro.

Para o próximo domingo, também no Mariscão, o Xangri-lá poderá perder por diferença de até dois gols que fica com o título. Por outro lado, a Costa precisa vencer por uma diferença de três gols para levar o jogo à prorrogação, ou placar superior para ficar com o título. Uma missão nada fácil, pois o Xangri-lá vem demonstrando que é tão sólido na defesa quanto agudo nos contra-ataques.

Xangri-lá: Lisandro, Michel (Cassio), Gustavo (Spok), Vinicius (Fabinho), Alex Xavier e Bruno (Paulo Matheus). Guilherme, Ronaldo Raupp e Chiquinho. Luan (Maurinho) e Diogo (Adriano Chuva). Técnico: Matheus Scheffer.

Costa do Morro: Max, Alex, André, Tayrone e Vinicius (Maninho). Léo Paz, Axiel, Rodrigo Hefner e Anderson Oliveira (Lucas Liz). Maxsuel e Fabinho (Lucas). Técnico: Everton Farias.