15111101As tarifas dos futuros pedágios das rodovias estaduais terão preços condizentes com o que o usuário puder pagar. A avaliação é do diretor de Operação Rodoviária do Daer, Rogerio Brasil Uberti, responsável pelo Programa de Concessões Rodoviárias dentro da autarquia.

– Não cogitamos uma nova concessão sem que ocorra a duplicação da rodovia. No mínimo, um aumento de capacidade – antecipa Uberti, em entrevista concedida nesta terça-feira (10) ao Gaúcha Atualidade.

Além disso, o diretor descartou que o novo plano seja semelhante ao anterior, que previu praças de pedágio na mesma região. O estudo vem sendo realizado desde o começo do ano avaliando a implantação de praças de pedágio em todo o Rio Grande do Sul. O trabalho já foi apresentado ao secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, mas ainda não há uma data de apresentação.

O diretor também comentou que o Daer trabalha para ter quatro balanças de pesagem em funcionamento até o fim do ano. Além disso, um estudo de viabilidade técnica está sendo desenvolvido para que elas sejam instaladas em todo o Estado. Segundo ele, a cada 100 caminhões fiscalizados em rodovias estaduais, quase 70% são autuados por excesso de peso.