A Campanha Nacional de vacinação contra a Influenza (gripe) começa na próxima segunda-feira (12). Na primeira fase, o público-alvo será formado por crianças acima dos seis meses e menores de seis anos de idade, além de gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde e povos indígenas. No RS, esses grupos correspondem a 1,3 milhão de pessoas.

Além dessa, mais duas etapas estão previstas, com início em maio e junho, abrangendo outros grupos prioritários. Estão inclusas nessas fases da Campanha: Pessoas com 60 anos ou mais, professores, pessoas com comorbidades e deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte, serviços portuários, forças de segurança e salvamento, forças armas, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade. A expectativa é vacinar no Estado mais de cinco milhões de pessoas contra a gripe.

Para quem também faz parte de um dos públicos da campanha de vacinação contra a Covid-19, como os idosos e profissionais de saúde, a orientação é que seja respeitado um intervalo mínimo de 14 dias entre as doses das vacinas contra a gripe e a do coronavírus. Os profissionais de saúde estão contemplados nesta primeira etapa da vacinação de influenza e correspondem a mais de 361 mil pessoas no Estado. Para os idosos (acima dos 60 anos), a vacinação contra a influenza inicia-se em 11 de maio.

A seguir veja as datas e os grupos prioritários para cada fase da Campanha contra a Influenza em 2021:

1ª etapa (De 12 de abril até 10 de maio) – Crianças acima dos seis meses e menores de seis anos, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde e povos indígenas.

2ª etapa: (De 11 de maio até 8 de junho) – Pessoas com 60 anos ou mais e professores.

3ª etapa: (De 9 de junho até 9 de julho) – Pessoas com comorbidades e deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte, serviços portuários, forças de segurança e salvamento, forças armas, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

FOTO: Divulgação