A Justiça Eleitoral determinou novo registro de informações no Sistema de Registro de Candidaturas afastando o PSD de Cidreira das coligações “Oposição de Verdade” e “Oposição de Verdade II”. O fato é devido à nulidade do registro de candidatura por decisão anterior ao pleito, já que o presidente do partido, Eloi Braz Sessim, estava com os direitos políticos cassados e não poderia ter assinado e participado do ato da convenção. O PSD teve como candidata majoritária Aline Sessim, que fez 2.128 votos (22,21%).

Com isto ficam nulos todos os votos do PSD de Cidreira e dos candidatos vinculados à agremiação partidária. A Justiça Eleitoral, através da juíza Cristiane Stefanello Sherer, determinou nova totalização de votos com base na atual situação.